CONHEÇA O CODAU

  AGÊNCIA VIRTUAL

  INFORMATIVO

  RESPONSABILIDADE

  LICITAÇÃO

  CODAU ENSINA

  FALE CONOSCO

  FALE COM O PRESIDENTE

  TRANSPARÊNCIA

  ACESSO À INFORMAÇÃO




Serviços


 



Tarifa do Codau é a terceira mais barata do país
08/03/2017

Avanços nos serviços prestados pelo Codau fizeram Uberaba saltar da 19ª para a 13ª colocação no ranking das 100 melhores cidades brasileiras em saneamento básico. Luiz Guaritá Neto, presidente do Codau, destacou um dado surpreendente da amostra. A tarifa de água média da cidade, no valor de R$1,73 por m3 foi a terceira mais baixa entre os 50 primeiros municípios pesquisados.

Uberaba só ficou atrás de Volta Redonda (RJ) com R$ 1,38; Uberlândia que fixou em R$ 1,58. A tarifa mais alta foi de Santa Maria (RS) - R$ 4,81 o m3. Os dados foram divulgados pelo Instituto Trata Brasil, que publicou as estatísticas baseadas em dados do Sistema Nacional de Informações sobre Saneamento (SNIS), do ano de 2015. O presidente do Codau, Luiz Guaritá Neto, comemorou os resultados.

Entre os índices de saneamento pesquisados estão indicadores de atendimento total de água e esgoto; investimentos e arrecadação; novas ligações; perdas e tarifa média. A 13ª posição de Uberaba colocou o município acima de cidades como Taubaté, São Paulo e Guarujá, operadas pela Sabesp, uma das empresas de saneamento mais conceituadas do Brasil. Em Minas Gerais, a capital Belo Horizonte, operada pela Copasa, está na 31ª posição.

A pesquisa lista os índices de 100% de abastecimento de água ofertados aqui na cidade, 99% de coleta de esgoto e 60,80% em tratamento de esgoto. Nesse item, o Codau figurou à frente do município de Suzano (SP), que mesmo ocupando a 12ª colocação geral, tem um índice de 53,61. A média nacional, de acordo com o Snis, é de 42,67%.

Uberaba sem dúvida alguma ocupa um lugar de referência no cenário nacional, principalmente porque entre os 20 melhores municípios do país, apenas duas de Minas figuram nesta pesquisa, além da nossa, entrou também Uberlândia. E este valor da tarifa média, deixa claro que estamos trabalhando para fazer uma gestão eficiente, com foco nos investimentos em infraestrutura, produtividade e resultados, onerando o menos possível os valores das tarifas, destacou Luiz Guaritá.

Outros dados - No indicador de novas ligações de água o conceito médio da pesquisa para todos os 100 municípios pesquisados é de 39,61%. Codau alcançou 69,03%. E no quesito de novas ligações de esgoto para a universalização do serviço, Uberaba ficou em primeiro lugar ao lado de 11 municípios que também investiram na ampliação da cobertura do serviço.

Investimentos per capta - O quesito investimento médio anual por habitante também é outro ponto relevante para Uberaba. Entre as capitais Vitória (ES) foi a que mais investiu por habitante/ano, a média ficou em R$ 269,29 e Belo Horizonte, apenas R$ 84,22. Por outro lado, Uberaba avançou bem mais: R$ 432,30 por habitante/ano.

Metodologia - Esta pesquisa do Instituo utilizou os números do SNIS, que possui defasagem de dois anos em relação aos dados. Isso significa que o SNIS divulgado, por exemplo, em 2017, tem por base as informações referentes ao ano de 2015, sendo, por este motivo, chamado de SNIS 2015. E o ranking do Instituo Trata Brasil segue o mesmo padrão de nomenclatura do SNIS, significando que o Ranking 2017 tem por base o SNIS 2015.

Assessoria de Comunicação Social