CONHEÇA O CODAU

  AGÊNCIA VIRTUAL

  INFORMATIVO

  RESPONSABILIDADE

  LICITAÇÃO

  CODAU ENSINA

  FALE CONOSCO

  FALE COM O PRESIDENTE

  TRANSPARÊNCIA

  ACESSO À INFORMAÇÃO




Serviços


 



Codau anuncia início das licitações da represa Prainha
01/06/2017

Nos próximos 15 dias o Codau lançará a primeira licitação dos seis lotes previstos da concorrência para a construção da Represa Prainha. Os dois primeiros são o de Gerenciamento Técnico/Fiscalização e Movimentação de Terra. A represa ocupará uma área de 98 hectares e o orçamento final é de R$ 26,3 milhões.

Essas informações, bem como o detalhamento técnico da obra, foram tema de encontro nesta terça-feira entre o presidente do Codau, Luiz Guaritá Neto, e os membros do Instituo de Engenharia e Arquitetura de Uberaba (IEA/TM). O dirigente informou que até o mês de agosto as outras quatro licitações deverão estar concluídas. São eles, as obra de concreto; o sistema hidromecânico; a instrumentação e as obras complementares. A previsão para o início da construção da represa é o segundo semestre deste ano.

A represa será construída na zona rural de Uberaba, situada 5 km acima da barragem atual de captação do Codau, no rio Uberaba, em área próxima à fazenda do IFTM. O seu reservatório terá um volume de 2 bilhões 419 milhões de litros, com uma vazão de 4,320 mil litros/s. Após emitida a Ordem de Serviço o prazo estimado de execução da obra é de 18 meses.

Os estudos Ambientais, que incluem o Inventário florístico; Planto de Controle Ambiental (PCA); Relatório de Controle Ambiental (RCA); Cadastro Ambiental Rural (CAR); Plano de Gerenciamento de Resíduos Sólidos de Construção Civil (GRSCC), bem como os estudos de Paleontologia e o PAE - Plano de Ação Emergencial (PAE), que terão acompanhamento durante a obra, já foram protocolados nas Secretarias de Meio Ambiente do Município e do Estado para as devidas análises, com vistas aos licenciamentos ambientais. Codau já pagou mais de R$ 1,2 milhão nas desapropriações das áreas onde o lago será formado.

Esta obra, depois de pronta, permitirá atravessar o período dos meses de seca com água suficiente para abastecer a população de Uberaba para os próximos 20 anos, concluiu Guaritá.


Assessoria de Comunicação Social