Facebook  Instagram  LinkedIn  YouTube

Nossa história

Image

A Companhia Operacional de Desenvolvimento, Saneamento e Ações Urbanas (Codau) hoje é uma autarquia municipal criada pela lei complementar 106/1998 e é responsável pelos serviços de captação, tratamento, reservação, distribuição de água potável, coleta, tratamento e neutralização de esgotos sanitários. Porém a história do Centro foi sendo construída bem antes da criação da autarquia. Veja aqui os fatos mais relevantes desta trajetória.

Em mais de 5 décadas de existência o Centro tem sua história iniciada quando o município era o gestor do Departamento Municipal de Água e Energia.

Image
Image

1966 - O departamento é transformado em uma empresa de economia mista, a Companhia de Águas de Uberaba, criada na administração do prefeito Arthur de Mello Teixeira, em 07 de junho de 1966

Image
Image


1967 - A cidade contava com 8.963 ligações de água distribuídas em 22 setores de Uberaba. A produção de água era de 5 mil m³ de água

Image
Image


1971 - Construção dos Centros de Reservação CR-4, CR-5 e os reservatórios em forma de castelos C4 e C5.

Image
Image


1972 - O volume de água tratada era de 20.000 m³/dia distribuídos para pouco mais de 11 mil imóveis. Neste ano a produção de água aumentou em 75% com a entrada em funcionamento da segunda Estação de Tratamento de Água (ETA). A Companhia passou a tratar e distribuir 35 mil m³/dia.

Image
Image


1974 - Inauguração do Centro de Reservação 6, na Avenida Nenê Sabino, Troca das bombas para o recalque de água bruta na Estação de Captação de água no Rio Uberaba. Três bombas de 250 HPs, que funcionavam há mais de 30 anos são substituídas por outras de 400 HPs.

Image
Image


1987 - Os reservatórios semienterrados de números 2, 4 e os Reservatórios 5 e 6, além da adutora de aço de 570mm de diâmetro são implantados.

Image
Image


1993 - O Codau aumenta ainda mais a capacidade de reservação com a construção de cinco novos reservatórios metálicos que podem armazenar 6 milhões de litros de água cada um.

Image
Image


1998 - Trinta e dois anos depois, em maio de 1998 (Lei 106/1998), a Companhia foi transformada em autarquia da Prefeitura de Uberaba com o nome de Centro Operacional de Desenvolvimento e Saneamento de Uberaba.

Image
Image


2001 - Entra em operação o primeiro poço profundo de captação tubular de água de Uberaba, localizado no Centro de Reservação 6 (CR), bairro Santa Marta com 602 metro de profundidade. O poço tem uma produção média de 60 L/s. A água do poço é armazenada no CR e distribuída para a região noroeste da cidade.

Image
Image


2003 - Para suprir a demanda de água no período mais crítico de seca, a Codau constrói neste ano, o sistema de transposição de bacia hidrográfica do Rio Claro, que pode captar até 560 litros/segundo de água e bombear para o Rio Uberaba. a transposição assegura o aumento da vazão do principal manancial de abastecimento da cidade, o Rio Uberaba.

Image
Image


2004 - A Codau inaugura o seu segundo Poço Tubular Profundo, localizado no Centro de Reservação 10 (B. Gameleira) e acrescenta mais esta contribuição ao sistema de produção de água da autarquia. Ele tem vazão média inicial de 70 Litros/s. A perfuração chegou a 579 metros de profundidade, alcançando o Aquífero Guarani. Este ano a cidade ultrapassa 100 mil ligações de água.

Image
Image


2005 - Reforma da barragem de nível da Estação de Captação de água bruta no rio Uberaba. Recuperação completa da fundação, implantação de nova soleira de concreto e aumento do nível do barramento.

Image
Image


2006 - Início da construção da Estação de Tratamento de Esgoto Francisco Velludo - ETE Rio Uberaba. O projeto é composto por reatores anaeróbicos de fluxo ascendente, lagoas aeradas e um sistema de desidratação do lodo gerado na estação. A ETE Rio Uberaba foi projetada para atender uma população de 254.665 habitantes em final de plano, com capacidade para tratar até 745 litros de esgoto/segundo.

Image
Image


2007 - O projeto da ETE Francisco Velludo é premiado pela Agência Nacional das Águas (ANA), através do Programa de Despoluição das Bacias Hidrográficas (Prodes) como o melhor projeto do país, ao lado do município de Taubaté/SP, da empresa Sabesp. O reconhecimento nacional reverteu-se na premiação com o reembolso de 50% dos investimentos iniciais destinados para esta obra.

Image
Image

2008 - Inauguração do terceiro Poço Tubular Profundo, localizado no Centro de Reservação 11 (Conj. Uberaba I). Esta unidade também passa a contribuir com o sistema de produção de água da autarquia. Sua capacidade de vazão média inicial é 50 Litros/s e a profundidade é de 402 metros, também alcançando o Aquífero Guarani.

Image
Image


2009 - Início das obras do Projeto Água Viva, desenvolvido pela prefeitura de Uberaba e Codau, com recursos do Banco Mundial, com a finalidade de melhorar e reestruturar o abastecimento de água, esgotamento sanitário, drenagem urbana, recuperação e educação ambiental. No componente de esgotamento sanitário está inserida a construção de 26 km interceptores de esgotos na área  central para separação total dos esgotos das águas pluviais.

Image
Image

2010 - É inaugurado o Centro de Educação Ambiental (CEA) e o Parque das Barrigudas, na Universidade. As obras fazem parte do projeto Água Viva no componente que trata da preservação e recuperação ambiental. o CEA, que depois passa a ser denominado de Centro de Educação e Tecnologia Ambiental (CETA), tem espaços para atividades educacionais, anfiteatro e um parque com imensa área verde.

Image
Image


2014 - O município cria o Plano Municipal de Saneamento Básico (PMSB). O Plano torna-se lei e é acompanhado de documentos relativos ao diagnóstico dos serviços públicos; o prognóstico com alternativas para universalização dos serviços; os programas, projetos e ações para os eixos de água, esgoto drenagem urbana e resíduos sólidos

Image
Image


2015 - A Estação de Tratamento de Esgotos - ETE Filomena Cartafina totalmente readequada e modernizada entra em operação. A partir desta data, Uberaba conta com duas ETEs modernas. ETE Filomena Cartafina opera com tecnologia através de reatores fechados e propõe maior eficiência. A vazão de efluentes é de até 100 L/s.

Image
Image


2016 - Ampliação do sistema de produção de água com as obras da terceira Estação de Tratamento de Água. A nova unidade, localizada ao lado das outras duas ETAs (B. Boa Vista), é moderna com estruturas e equipamentos de ponta. As ETAs I e II, foram construídas em 1940 e 1972, respectivamente.

Image
Image


2017 - Inauguração da Estação de Tratamento de Esgotos Hugo Rodrigues da Cunha, a terceira ETE do município. Uberaba passa a contar com 98,4% de esgotos tratados. A estação foi projetada para apresentar eficiência acima de 90% de remoção de carga poluidora e tem capacidade para uma vazão máxima de efluentes de até 240 L/s. Neste sano entra em operação o sistema de automação dos Centros de Reservação com medidores de parâmetros de qualidade, vazão e pressão da água na rede de distribuição, entre outros dados.

Image
Image


2018 - Nos últimos anos a Codau modernizou o sistema de tratamento de água e aumentou sua estrutura para armazenar os produtos químicos utilizados no processo. Para esses, a capacidade de estoque chega a 200 mil litros para os coagulantes e de 50 mil litros para de solução oxidante/desinfetante para o tratamento da água. O controle de qualidade da água em todo o sistema de abastecimento chega ao patamar de excelência, seguindo padrões estabelecidos pelo Ministério da Saúde. São realizadas coletas de amostras e ensaios, diariamente, pelo laboratório da Codau, além de uma auditoria externa que valida os procedimentos e os testes. São realizadas, em média, 10 mil análises mensais.

Image
Image


2019 - Em 2019 a autarquia deve ultrapassar 129 mil ligações de água na cidade. O ano é marcado pelo início das obras da Barragem Prainha, projetada para assegurar a complementação do abastecimento público, e com a função de reter e regularizar a vazão do rio Uberaba no período de estiagem. Projetada para ocupar uma área de 98 hectares, com uma capacidade de armazenamento de 2 milhões de m³ de água, além de uma vazão de abastecimento de 1,20 m³/s.

Fale 115

 Facebook   Instagram   LinkedIn   YouTube

Clique aqui para ler a nossa Política de Privacidade. Site desenvolvido por Desenvolvido por Portal GRC - Desenvolvimento de sites para órgãos Públicos.